segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Lembranças...Histórias...Momentos...


E o tempo continua passando ... aí está Sebastião (esposo) recebendo das mãos de seu pai ,o diploma de "Técnico em Contabilidade" juntamente com Sávia (irmã) sua
paraninfa, no ano de 1976, no salão do Colégio Estadual de São Fidélis. Eu e Sebastião concluímos o curso juntos ,portanto a solenidade foi a mesma, e com muitas histórias pra contar.Este blazer de Sebastião têm história!!
Felizes ...agradecemos a Deus por tudo.

O temor do Senhor conduz à vida.
(Prov.19:23)

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Já leu um poema hoje?

DEFICIÊNCIAS
"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.
"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.
"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
"Diabético" é quem não consegue ser doce.
"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer. E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:
"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.
(Mario Quintana)

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Meu quintal tem ...

FRUTEIRAS

Plantei estou colhendo
Outras ainda vou colher
Cada fruta no seu tempo
Se até lá eu não morrer.

São cores e sabores diferentes
Um arco-íris de fertilidade
Cuidando com muito carinho
Deixo para posteridade.

(autoria:berenice)

caju - amora - acerola - jabuticaba

mexerica pokan - goiaba - laranja - manga

caja - abiu - sapoti - graviola

tamarindo - romã - jambo - pinha

pitanga - ingá - uva - jamelão

amêndoa - abricó - jenipapo - limão

Lembranças...Histórias...Momentos...

É, como o tempo passa...aí estou eu recebendo o diploma de "Formação de Professores" das mãos do meu tio Ruy Seixas meu paraninfo,uma honra para mim, no salão do Colégio Estadual de São Fidélis, em 21 de dezembro de 1976.Concluindo também o curso "Técnico de Contabilidade". Lembro-me ainda do vestido azul marinho longo,com uma pala de cetim bordada e fitas de cetim. O vestido era ímpar, lindo !Por ser de alças, joguei um xale branco de cetim por cima, coisa da época! Festa ? Nada! O diploma por si já era uma grande festa.
Os colegas e professores...saudades!
" Tu és grande e opera maravilhas, só tu és Deus." (Sl 8:6)

domingo, 16 de janeiro de 2011

Poetisando ..."Paráfrase bíblica"


Ainda que o cartão ultrapasse o limite,
que na conta não haja um tostão;
que a blusa não seja da colcci;
e o meu carro seja velho
os sapatos sejam doados,
no verão não tenha banho de mar,
todavia eu me alegrarei no Senhor,
exultarei no Deus da minha salvação.

(Habacuque 3:17-18)

Paráfrase consiste em reescrever com suas palavras as ideias centrais de um texto.A paráfrase mantém o sentido do texto original.Paráfrase representa uma reescritura do texto original com novas palavras sem que o sentido do mesmo seja modificado. Assim, a paráfrase é uma reprodução da idéia do autor com as palavras do discente (aluno), utilizando-se de sinônimos, inversões de períodos, etc. Trata-se de reescrever o texto original com as palavras do aluno, mas sem alterar o sentido. O autor da paráfrase deve demonstrar que entendeu claramente a idéia do texto. (fonte:wikipedia)

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Poetisando . . ."Temporal"


TEMPORAL

O céu fica escuro
As nuvens carregadas
O vento assobia forte
É chuva com enxurrada

O dia vira noite
Cai relâmpago, raio e trovão
O verde vira cinza
É barulho que estoura no chão

Cobre-se o espelho da casa
Tudo que for de aço ou metal
O medroso corre para debaixo da mesa
Até passar o temporal

Nas calçadas folhas espalhadas
Gente correndo apressada
Janelas e portas batendo
Tudo põe medo na garotada

A mãe grita : _ menina!
Lá vem o temporal
Corre para casa depressa
Recolhe a roupa do varal.

(autoria:Berenice)

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Tragédia Região Serrana

Desde a noite desta terça-feira (11) a Região Serrana do Rio (Teresópolis, Friburgo, Petrópolis) enfrenta a maior tragédia climática do país. A forte chuva deixou milhares desabrigados e muitos mortos.Segundo os últimos levantamentos,as mortes seriam; 247 em Friburgo, 231 em Teresópolis, 43 em Petrópolis, 2 em São José do Vale do Rio Preto e 18 em Sumidouro.Vi pela TV e Net aterrorizada.
A ocupação desordenada em regiões de risco é um dos motivos do alto número de mortes nestas catástrofes. Solidariedade é com o povo; planejamento, prevenção e política de moradia com as autoridades.
Que Deus renove as forças a esperança de toda população sofrida, tenha "fé" e continue "marchando" em frente.

BBB 11 começa hoje !!

Sei que é um contraste muito grande a postagem anterior com esta que estou postando agora, sou assim, gosto de ir de um extremo ao outro.Sou fã de reallitys show( A Fazenda, BBB) e daí, fazer o quê ? Na tv pra falar a verdade, só assisto em fleches e quando posso: Jornal,Documentários, Video Show,Mais Você, Jô, Pânico na Tv,Hebe,Tv Fama, acho que é só... Filme não tenho paciência. Ah! BBB 11 promete, será ? Espero me divertir com eles. A divisão da casa já aconteceu no hotel onde os participantes estavam confinados. Eles formaram os grupos(laranja,azul,verde e vermelho),depois escrevo mais...tchauzinho !

Conheça o poema que, segundo Bial sintetiza o BBB. O texto fala do "mico" que o poeta paga diante do mundo. BBB também é cultura!


BIODIVERSIDADE

Ha maneiras mais fáceis de se expor ao ridículo,
que não requerem prática, oficina, suor.
Maneiras mais simpáticas de pagar mico
e dizer olha eu aqui, sou único, me amem por favor.
Porém ha quem se preste a esse papel esdrúxulo,
como ha quem não se vexe de ler e decifrar
essas palavras bestas estrebuchando inúteis,
cágados com as quatro patas viradas pro ar.

Então essa fala esquisita, aparentemente anárquica,
de repente é mais que isso, é urna voz, talvez,
do outro lado da linha formigando de estática,
dizendo algo mais que testando, testando, um dois três,
câmbio? Quem sabe esses cascos invertidos,
incapazes de reassumir a posição natural,
não são na verdade uma outra forma de vida,
tipo um ramo alternativo do reino animal?

(Paulo Henriques Britto)

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Exposição Guerra e Paz







Localizados no hall de entrada da Assembléia Geral, os monumentais painéis estão em local nobre porém de acesso restrito.O planejamento de uma grande reforma no edifício sede da ONU entre 2010 e 2013 proporcionou a oportunidade inédita de expor os painéis no Brasil e no exterior.
De fevereiro a maio de 20011, Guerra e Paz serão restaurados no Palácio Gustavo Capanema em ateliê aberto ao público.

( Fonte: Exposição Guerra e Paz, de Portinari - Theatro Municipal do Rio de Janeiro - Dez/2010 )

HOJE, janeiro de 2011,graças a Realização do Projeto Portinari , eu tive a oportunidade de ver de perto a grandiossíssima obra de arte ,os painéis Guerra e Paz de Portinari, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A reapresentação dos painéis , 50 anos depois no mesmo palco ,não poderia ser melhor .A emoção foi muita,um momento maravilhoso e único para mim .Fiquei imaginando: Como que "uma mente" brilhante, consegue unir"muitas mentes" no mesmo foco?Fui no último dia da exposição,a fila para entrada estava enooooorrrrme,mas não desisti. Quem disse que o "povo" não gosta de cultura ?

Os painéis Guerra e Paz representam sem dúvida o melhor trabalho que fiz ...
... Dedico-os à humanidade ... ( Candido Portinari)


Candido Portinari nasceu em 30 de dezembro de 1903 no interior de Estado de São Paulo.Viveu sua infância na pequena cidade de Brodowiski e, aos 15 anos, saiu de sua terra natal para o Rio de Janeiro, com papel e cores em punho para a imensa aventura de pintar uma pátria.
Sem curso primário completo, e à custa de muita obstinação e talento, tornou-se um dos mais famosos pintores das Américas.Com sua morte prematura, aos 58 anos, Portinari deixou um legado de mais de 5mil obras murais, afrescos e painéis, pinturas, desenhos e gravuras, que representam uma síntese crítica de todos os aspectos da vida brasileira de seu tempo.Durante toda a sua vida, o pintor esteve às voltas com o contraponto entre o drama e a poesia, evoluindo no tempo, do regional para o univerdal. Guando recebeu o convite para realizar os painéis Guerra e Paz, Portinari já estava proibido de pintar pelos médicos, que tentavam amenizar o precesso de envenenamento pelas tintas. mas o pintor não recusou ao desafio e ao maior trabalho de toda a sua vida.
Portinari faleceu em 6 de fevereiro de 1962.

Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia.
Tolstoi

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Inauguração da praça 30/12/10

Quinta-feira, 30 de dezembro foi a inauguração da praça Guilherme Tito de Azevedo pelo atual prefeito Luiz Fenemê.Na oportunidade foi empossado o novo secretario de cultura Ronaldo Barcelos. A praça já recebeu vários nomes: Jardim Presidente Vargas, Praça Teixeira Soares.
Meu tio Ruy Seixas (falecido) foi o engenheiro que projetou a praça, lá no passado,ele sempre dizia lá em casa, que ao redor da igreja matriz de São Fidélis só tem "uma praça" entremeada de ruas, concordam ?
É a primeira reforma geral que a praça recebe, que por sinal ficou uma graça, belíssima, uma repaginada que a deixou bem mais moderna e ampla.O coreto mais espaçoso,o lago mais claro e bem iluminado, a ponte com o piso de madeira é o charme da praça e um lugar refrescante, sem contar que é o preferido das crianças.
Ah... senti falta das "acácias"!

sábado, 1 de janeiro de 2011

Posse Dilma Rousseff


Não poderia deixar de registrar no dia de hoje, a posse da primeira mulher presidente do Brasil.
Acompanhei emocionada pela televisão este feliz acontecimento, como ela mesmo disse, "pela primeira vez , a faixa presidencial cingirá o ombro de uma mulher".Que todas as brasileiras sintam orgulho e a alegria de ser mulher.
O desfile iniciou debaixo de uma forte chuva,que resolveu cair justamente naquela hora, onde a presidente desceu do carro oficial para entrar no Rolls-Rouge presidencial e iniciar o trajeto diante do publico que a aguardava; penso eu, que bom seria se o cerimonial tivesse antecipado o desfile.
Chegando no Congresso Nacional, com um figurino bege lindíssimo,Dilma fez o juramento e discursou, tendo como um dos compromissos erradicar a pobreza no Brasil, " não vou descansar enquanto houver brasileiros sem alimentos à mesa".
Como parou de chover ,Dilma deixou o Congresso e passou em revista a tropa do batalhão da Guarda Presidencial e beijou a bandeira do Brasil, para mim foi o melhor momento,ali ela mostrou o que é o" poder"e o porquê a mulher chegou a presidência da república, e não poderia ser diferente, o lugar não era para um homem, porque esta história Deus já escreveu a muito tempo para nossa nação, não tinha como mudar, "Porque toda casa é edificada por alguém, mas o que edificou todas as coisas é Deus"(Hebreus 3:4)
Depois, iniciou o desfile em carro aberto, junto com a filha, Paula, rumo ao Palácio do Planalto.
Subiu a rampa ao lado do vice-presidente e foram recebidos por Lula, que passou a faixa presidencial, que por sinal achei muito larga, quase não cabia no ombro.
Depois Dilma discursou no parlatório, pra mim o melhor discurso, acertou em cheio; "O sonho é o mesmo sonho de qualquer cidadão ou cidadã: o de que uma mãe e um pai possam oferecer aos filhos oportunidades melhores do que as que tiveram em suas vidas.Este é o sonho que constrói uma família. Este é o desafio que ergue uma nação."
Logo, deu posse aos novos ministros e encerrou com um coquetel no Itamaraty.

Gente,a presidente encerrou o discurso com este poema abaixo(um trecho), não poderia ser melhor ! Amei.

" O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem."

(Guimarães Rosa)

Poetisando . . . "Humanizar"

Humanizar

Se o trabalho é frio
Se a árvore é morta
Se as pessoas estão mudas;
É preciso humanizar

Se a rua é deserta
Se as casas estão fechadas
Se o vizinho é um desconhecido;
É preciso humanizar

Se o irmão é só parente
Se o amigo é quase um estranho
Se os pais, estão no quartinho dos fundos
É preciso humanizar

Se a fé é fraca
Se o choro não cessou pela manhã
Se a mão não estendeu-se;
É preciso humanizar

Se o filho é pro mundo
Se os servos são escravos
Se a alegria é de momento ;
É preciso humanizar

Se o encontro é passageiro
Se o sorriso não tem graça
Se a dor não se finda;
É preciso humanizar

Se doou daquilo que não é seu
Se viu um caído e não levantou
Se desfez de um pobre, ignorou;
É preciso humanizar

Se o caminho é incerto
Se a esperança não é certa
Se o Deus é só de perto;
É preciso amar.

(autoria : Berenice)