domingo, 31 de março de 2013

JESUS CRISTO é a nossa PÁSCOA

 O que o coelhinho e ovos de chocolate tem a ver com a páscoa?
Nada... na Páscoa comemoramos a morte e a ressurreição de Cristo,  e devemos comemorara assim até que Jesus venha nos buscar. Não é pecado comer essas coisas na páscoa, mas nós não podemos nos esquecer que Jesus Cristo é a nossa páscoa.Jesus Cristo, o perfeito filho de Deus que morreu numa cruz, para cumprir um plano muito especial.Cristo Morreu por nossos pecados, foi sepultado, mas ao terceiro dia Ele ressuscitou. Jesus não está morto, Ele reviveu, e mora no céu, mas também pode morar no seu coração.Você quer que Jesus habite no seu coração e faça dele morada para sempre?
Então, faça comigo esta oração: “Senhor, eu te recebo como meu Salvador, faça morada no meu coração, habite nele para sempre...eu creio que o Senhor morreu numa cruz pelos meus pecados, por isso ofereço a minha vida como agradecimento do teu amor. Em nome de Jesus, amém!” 

quinta-feira, 28 de março de 2013

Morre Pedro Emílio A. Silva

Óh, poeta!
era esta a saudação
hoje soa um triste eco
na minha inspiração.
(Berenice)

O POETA NÃO MORRE FICA ENCANTADO. (G.Rosa)
  
PEDRO EMÍLIO DE ALMEIDA E SILVA poeta muito querido em São Fidélis: "Cidade-Poema", onde passou a residir, desde tenra idade. Nasceu em Campo Alegre, distrito de Cantagalo e terra de Euclides da Cunha, em 09/06/1936, filho de Jonas de Almeida e Silva e Austrealina Silva. Bacharel em Direito, trabalhou em rádio e jornal. Aposentou-se em 1960, na função de Inspetor Seccional da Fazenda. Iniciou-se na Trova pelas mãos de A.A. de Assis. Ocupava a cadeira nº 04 da Academia Fidelense de Letras. Casado com Maria Paulina Sardenberg Silva e pai de Paulo Emílio, Polyana e Pedro Emílio Jr. Co-autor da Coletânea "Murmúrios do Paraíba", lançada em 1962. Faleceu em São Fidélis, no dia 28 de março de 2013, aos 76 anos.

TROVAS

A minha mãe se enternece
me embalando com o olhar,
compondo terços em prece
sem ser preciso rezar".


Ao mesmo tempo em que mata,
mata e faz viver também...
Saudade é dor que maltrata,
maltrata fazendo o bem! 


O destino, minha amada,
nos impõe coisas assim:
- Eu não te esqueço por nada!
Por nada... esqueces de mim...


"Que Deus te ajude!" - assim disse
um mendigo em minha porta.
- Quem dera que Deus te ouvisse,
infeliz que me conforta!



Planta um beijo em meu jardim,
meu amor, quando te fores,
que, ao ver teu beijo florir,
murcharão as outras flores!

Eu não troco a minha vida
pela vida de ninguém,
que nenhuma é mais florida
que a minha, junto ao meu bem.

Ai, quem me dera morrer
à mercê dos meus desejos
– apertado nos teus braços,
afogado nos teus beijos!

Das esperanças que tenho,
duas não posso alcançar:
são as que vivem pousadas
no verde do teu olhar...

No cantar de uma cigarra
há tanta melancolia,
que parece ser a tarde
chorando a morte do dia!...

Desejar mulher alheia
é pecado sem perdão?
Mas... e se ela nos deseja,
comete pecado ou não?...

O outono as árvores deixa
despidas completamente...
– Vontade de ser outono
no corpo de muita gente!
(fonte: falandodetrova.com.br) .
***
"Quando a saudade
vem falar baixinho
em nosso coração
Do amor que vai
e deixa outro na solidão

Quando a saudade
numa noite fria
vem me atormentar
me dá vontade
de abraçar a angustia
e depois chorar

Ai saudade, tu vais me matar!
Vai saudade e deixe o amor em seu lugar!

****
 
Ao mesmo tempo em que mata,
mata e faz viver também...
Saudade é dor que maltrata,
maltrata fazendo o bem!
 
*** 
GAMBOA
Gamboa é a rua triste da cidade
Triste na expressão das árvores
Triste na expressão dos pássaros!
Gamboa rua da chegada,
Gamboa rua da partida …
Quando chego é rua do abraço
Que me estende o peito úmido de saudade,
Quando parto é rua do adeus
Que me acena na primeira curva do caminho
Gamboa é a rua das lágrimas amarelas dos oitis
Choradas das calçadas …
Rua das casas antigas debruçadas no tempo …
Lamento das rezas dos pardais em tardes de cinzas,
Sombras das casas antigas debruçadas no tempo …
Gamboa é a rua triste de minha cidade,
Triste só para mim, quem sabe ?
Lá, a gente chega na partida …
Lá, a gente parte na chegada …
Pedro Emílio.
*** 

Tempo

O tempo... que insaciável pantera
De afiadas presas, cruel punhal
que ceifa sempre toda a primavera,
Ah! Quanta voracidade fatal!

Ao ver-te, hoje, num fugaz momento
relembro, triste, de sua quimera:
Chorou-me o peito, em atroz momento
ao sentir que já se foi tudo que era...

... E consola-me, por desdém, a inglória
de saber que já não és, que não somos
e que ninguém será certamente.

Irônica, vã de Zeus a vitória
se sobrevive, infinito, Cronos

que cria e destrói, continuamente !
***  
Ao Poeta
Saudação a Pedro Emílio de Ronaldo Barcelos

Pedro Poeta de Almeida
Primeiro a cantar a primazia dos oitis
Que em tons de amarelo
Adornaram o chão da Gamboa
A despercebida existência dos sapotis
Que ainda hoje adoçam
A Grande Avenida
Pedro de Jonas e de Paulina
Dos sonhos de Austrealina
Pedro nosso a cada dia
A cada verso
A cada encontro de academia
Pedro Poeta de Almeida
De Paulo de Pedro e de Polyana
Primeiro a cantar em três tempos
A nossa festa a nossa gente
Em cada canto da cidade
Tempo que já se foram
E com certeza não voltarão
Pedro de grandes saudades
De boas lembranças
Pedro da tristeza da Gamboa
E da alegria dos quero-queros
Que em revoadas em tardes mornas
Quase não querem mais
E Pedro persiste
O Pedro do povo
Do toque da tuba da banda de música
Nas noites de abril
Que em outro lugar nunca se viu
Por que lá não tem Pedro
O Pedro é daqui
E aqui vai ficar
No encanto dos versos deste poema
Nos olhos da gente
Nos dias de agora
Porque Pedro Poeta Primeiro de Almeida
Você é HISTÓRIA!
 
(Ronaldo Barcelos)
Março 2012
 

domingo, 24 de março de 2013

Filhos

Em meio ao emaranhado da vida, a vitória chega, a alegria brota e vamos seguindo  em frente, pois "prosseguir é com a gente e abrir caminhos é com Deus". Estou feliz e agradecida a Deus pela conclusão de mais uma pós graduação da minha filha Mariana - Psicóloga - Psicopedagoga e pós graduada em psicanálise; e pela aprovação do meu filho Sebastião Neto no concurso de Residência em Cardiologia. Deus é fiel !
 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Jorge Mario Bergoglio é o novo "Papa"


NOVO PAPA É DA ARGENTINA; JORGE MARIO BERGOGLIO SE CHAMARÁ FRANCISCO I

O conclave elegeu nesta quarta-feira (13) o cardeal Jorge Mario Bergoglio, argentino, como novo Papa, sucessor de Bento XVI à frente da Igreja Católica Apostólica Romana.
O nome do escolhido pelos 115 cardeais foi anunciado pelo mais velho dos cardeais-diáconos, o francês Jean-Louis Tauran.
Bergoglio, de 76 anos, escolheu se chamar Papa Francisco I.
A decisão surpreendeu, pois o argentino, citado inicialmente, não aparecia nas últimas listas de favoritos, que incluíam o brasileiro Dom Odilo Scherer e o italiano Angelo Scola.
O novo pontífice apareceu na varanda central da Basílica de São Pedro para dar sua primeira bênção 'Urbi et Orbi' (para a cidade de Roma e para o Mundo). Na breve aparição, ele agradeceu ao Papa Emérito Bento XVI e pediu orações para seu pontificado que se inicia.
O novo Papa assume com a função de manter a unidade de uma igreja que, nas palavras de seu próprio antecessor, está dividida e imersa em crises.
A fumaça branca apareceu por volta das 19h08 locais (15h08 de Brasília), e foi recebida com festa pela multidão que tomava a Praça de São Pedro. Os sinos da Basílica de São Pedro tocaram.
(fonte: g1.globo.com)


Sábias palavras do Papa Francisco

*"Se não professamos Jesus Cristo, nos converteremos em uma ONG piedosa, não em uma esposa do Senhor."

*. . . quando os fiéis "Caminham sem a luz, edificam sem a cruz e professam sem a luz. não somos discípulos do Senhor."

* . . . pediu aos católicos do mundo para " empreender um caminho de fraternidade, de amor e de evangelização."

É bom saber:
"URBI ET ORBI "= "a cidade de Roma e ao mundo"
"HABEMUS PAPAM" = "Temos um Papa" 

domingo, 10 de março de 2013

Ceia do Senhor


A Última Ceia Leonardo da Vinci, 1495-1497 Mista com predominância da têmpera e óleo sobre duas camadas de preparação de gesso aplicadas sobre reboco(estuque)460× 880 cm Refeitório de Santa Maria delle Grazie (Milão)
 
É uma pintura de Leonardo da Vinci para de seu protetor, o Duque Lodovico Sforza. Representa a cena da última ceia de Jesus com os apóstolos antes de ser preso e crucificado como descreve a Bíblia. É um dos maiores bens conhecidos e estimados do mundo. Ao contrário de muitas pinturas valiosas, nunca foi possuída particularmente porque não pode ser removida do seu local de origem, já que esta pintada sobre a parede do refeitorio do convento.(fonte:net)
 
A Santa Ceia é momento de:
Gratidão: "havendo dado graças"
Comunhão: "reparti entre vós"

"que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dado graças,..." (ICoríntios 11:24)
 " o cálice da bênção que abençoamos não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é a comunhão do corpo de Cristo?" (ICoríntios 10:16)

Até o 1º domingo do próximo mês.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Nós Mulheres

Bendigo-te, ó Deus, pelas mulheres sábias, inteligentes, virtuosas e cristãs
Bendigo-te, ó Deus, pelas mães, esposas, companheiras e viúvas
Bendigo-te, ó Deus, pelas humildes, bondosas, calmas e serenas
Bendigo-te, ó Deus, pelas mulheres que tem o poder da "pena" em suas mãos
Bendigo-te, ó Deus, pelas mulheres de vanguardas, corajosas, guerreiras e valentes
Bendigo-te, ó Deus, pelas viajadas, estudadas, vaidosas e verdadeiras
Bendigo-te, ó Deus, pelas mulheres "pai e mãe", de caráter, honradas e fiéis
Bendigo-te, ó Deus, por nós mulheres, no dia de hoje e de sempre.

Rogo-te, ó Deus, pelas mulheres vadias, falsas e infelizes
Rogo-te, ó Deus, pelas drogadas, estupradas e presidiárias
Rogo-te, ó Deus, pelas malvadas, deprimidas e covardes 
Rogo-te, ó Deus, pelas mulheres violentadas, abandonadas e estéreis
Rogo-te, ó Deus, pelas mulheres, maltratadas, feiticeiras e ladras
Rogo-te, ó Deus, pelas medrosas, mentirosas e invejosas
Rogo-te, ó Deus, pelas mulheres injustiçadas, incrédulas e mendigas
Rogo-te, ó Deus, por nós mulheres, no dia de hoje e de sempre.

(autoria: berenice seixas)

domingo, 3 de março de 2013

Meditar em Deus

EM LUGAR DO ESPINHEIRO CRESCERÁ A FAIA, E EM LUGAR DA SARÇA CRESCERÁ A MURTA; O QUE SERÁ PARA O SENHOR POR NOME, E POR SINAL ETERNO, QUE NUNCA SE APAGARÁ. (Isaías 55:13)