segunda-feira, 4 de abril de 2011

Lembranças...Histórias...Momentos...

Como vocês sabem gosto de guardar "coisas", e pessoas sabendo disso, passou para as minhas mãos uma raridade, "uma poesia" não poderia ser melhor, que relata a morte do avô do meu esposo Sr Antônio Xavier Maia, são 56 estrofes de 6 versos escritos por Dona Lôla (falecida) pessoa bondosa e moradora da vizinhança, palavras singelas e de grande comoção.Para ler click em cima da foto,as últimas estrofes digitei , pois a visibilidade é pouca devido ao tempo.Fiquei comovida e resolvi postar, olhem só!







Antonio Xavier Maia nasceu em São Fidélis RJ, no dia 12 de junho de 1889, seus pais Ricardo Fernandes Maia e Maria Carolina Assis Maia.Foi fazendeiro na localidade de Vargem Grande onde fixou residência e casou-se com Florisbela Rodrigues Maia com quem teve oito filhos: Antônio, Clícia, Orlando, Ilce, Nélio, Fidélis, Nilce, Arley.Homem estimado e muito querido pela comunidade; pai muito bondoso e avô muito amoroso.Faleceu em 16 de setembro de 1961.Deixou saudades!


"Feliz é aquele que conhece o perfume do que se perdeu."

Nenhum comentário:

Postar um comentário